Saia em panos enviesados

Acabo de publicar meu primeiro vídeo de modelagem no YouTube. Ensino como fazer o traçado não de uma, mas de “três” saias em um vídeo só: 1) a saia em panos, justa até o quadril, 2) a saia em panos evasê e 3) a estrela do vídeo, o motivo de eu ter gravado, a saia em panos (ou tiras) enviesados (ou transversais).

Acho que, para o primeiro vídeo e para a primeira edição, falei muuuuuuuuuuito e retirei pouca coisa. Me desculpem o mau jeito. Hehehe… O problema é que eu sou professora, formação, coração, opção. Meu negócio é explicar, encurtar caminhos, mostrar possibilidades. Mas quem sabe eu não pego o jeito dos vídeos?😉

Curta e se inscreva no canal se achar que os conteúdos podem ajudar você. Compartilhe se achar que ele pode beneficiar outra pessoa também.

Abraço forte!🙂

Arranhador para gatos

Meu sonho, sonho mesmo, era comprar aquelas super torres para os gatos, com redes, escadas, arranhadores, ratinhos pendurados, o escambau. Acontece que, além de uma daquelas custar um olho, dois rins e meu ovário esquerdo, gato tem aquela mania chata de se desinteressar por tudo em pouco tempo (não sei quem também sou assim).

Como arranhar é preciso, cheguei a considerar comprar um arranhador modesto, desses mais baixos. Contudo, havia duas questões: 1) não gostaria de perder R$ 50 que fossem em algo que eles poderiam deixar de lado em dois tempos e 2) meus filhos felinos gostam de escalar e esticar beeeem as costas. Não, um arranhador júnior não daria conta.

Resolvi que, em prol dos meus bichanos, do meu sofá e do meu bolso, eu mesma poderia fazer um arranhador.🙂

Para repetir a façanha por aí, seguem as dicas.

Materiais

1. Tubo de papelão. Achei um daqueles nos quais tapetes vêm enrolados (da loja) assim na rua, dando sopa, de rabinho pra cima. Se você não tiver a mesma sorte, pode procurar em gráficas (tubos em que vem papel grandãozão) e em lojas de material de construção (bobinas/carreteis em que vêm fios e cabos). Como se trata de descarte, eles lhe dão no 0800.
2. Cola branca.
3. Cola instantânea. A amada Super Bonder. Indico a de pincel. Mudou minha vida. <três
4. Tesoura.
5. Prato/pires para colocar a misturinha de cola branca com água (50% de cada).
6. Pincel para passar a cola branca no tubo. Fiz com os dedos porque sou true. \,,/
7. Corda de sisal. Aqui no Rio, comprei no Mercadão de Madureira. Vende na Leroy Merlin, lojas afim, casas de artesanato e até no Mercado Livre.
8. Pedaço de MDF. O meu foi sobra de projeto de móvel (sim, faço/fazemos nossos próprios móveis aqui em casa), mas você encontra pedacinhos como esses por um preço bem camarada em qualquer madeireira (e na Leroy também).
9. Cantoneiras e parafusos. Lojas de ferragens e de material de construção costumam vender o kit fechado. O que comprei veio com 4 cantoneiras e 16 parafusos.
10. Chave phillips. Ou de fenda. Depende, claro, do parafuso.
11. Argila/massa para biscuit. Então… um dos meus gatos pesa – sem exagero – uns 6 kg. Mas, ainda que fossem todos fit, o arranhador precisaria ser firme o suficiente para aguentar as escaladas e as investidas no ratinho (falo dele a seguir). Só as cantoneiras e os parafusos em um tubo oco não segurariam, claro. O que eu fiz? Enchi de massa de biscuit, que eu já tinha em casa, na base do tubo. Pode ser argila ou qualquer outra coisa que preencha e firme o troço. Ambos você encontra em loja de artesanato.

Opcional

Ratinho/bolinha/bichinho de que eles gostem. Comprei no petshop, dos que têm sementinha dentro, mas dá pra fazer em casa (se eu me empolgar, ensinar noutro post). Pode pendurar o atrativo escolhido com a corda de sisal, mas eu preferi usar elástico porque faz o bichinho voar longe quando os gatos soltam. Achei que aumenta a interatividade.🙂

Se você se organizar, encontra quase tudo em uma (boa) loja de material de construção e talvez só precise dar uma esticada em uma loja de artesanato e/ou madeireira. Nada difícil.

Mãos à obra

Juro que é fácil, mas, dependendo do tamanho do tubo, vai requerer mais tempo e paciência. Ponha uma musiquinha legal, se jogue no chão e encare como terapia.

1) Comece com umas gotinhas de cola instantânea em uma das extremidades do tubo.
2) Pressione a pontinha do sisal.
3) Meleque uma área do tubo de mais ou menos 5 cm de altura com cola + água (lembrando: 50% de cada). Não adianta melecar uma região muito maior que isso porque a cola seca e não vai aderir bem o sisal.
4) Vá colocando o sisal na parte melecada com cola, garantindo que está ficando bem apertado/firme.
5) De quando em quando (é aleatório mesmo), ponha umas gotinhas de cola instantânea.
6) Finalize com cola instantânea. (Recomendo considerar pular para os passos 7 e 8 para finalizar com o sisal por cima das cantoneiras, dando um acabamento melhor. Inicialmente o meu era assim, mas precisei refazer a base uns meses depois e fiquei com preguicinha de ajeitar. Hehe…)
7) Preencha uma das extremidades do tubo com argila (ou massa para biscuit ou o que você tiver escolhido/achado por aí). Uma altura de 5 ou 8 cm é suficiente (até para o meu, que tem 1,30 metro de altura).
8) Fixe o tubo no MDF com as cantoneiras e os parafusos. Pode ser no centro. O meu não está porque o Klein gosta de dormir nessa madeirinha. {Pulo do gato: (Percebe, Ivair, meu trocadinho) marque a circunferência do tubo com um lápis, parafuse primeiro as cantoneiras na madeira e só depois no tubo. Bem mais fácil se estiver fazendo isso sem ajuda.}
9) Pendure o brinquedinho escolhido. Pode ser com cola instantânea. Parafusei porque eu e meus filhos somos brutos. O rato já tinha sido arrancado daí. Agora ele mandou avisar que #naovaitergolpe…
10) Libere o arranhador para seus novos donos e fique babando, como todo gateiro mongolão, com a felicidade dos bichinhos… <três

IMG-20160401-WA0004

Minha pança, minhas regras.

IMG-20160401-WA0006IMG-20160401-WA0008

IMG-20160401-WA0010

Não é bonitinho-pinterest. É DIY gente como a gente.

OBS – Se seus gatos ignorarem todo o seu esforço, talvez seja uma boa colocar catnip (erva atrativa para gatos). Nunca usei, mas sei que vende em petshop.

IMG-20160401-WA0012

Et voilà

Corrida: dia 2

Ontem um conhecido, que é professor de educação física, me disse que vou acabar ficando viciada em corrida. Não vejo isso acontecendo, mas confesso que hoje me diverti mais. Desci morrendo de preguiça, com cara de sono e jurando que não duraria nem 15 minutos na quadra. Qual o quê! Por pouco não ultrapassei os 30 minutos planejados.🙂

Repeti a dose de correr por uma música e caminhar por outra. O app marcou 3,2 km, mas creio que tenha sido mais. Estou mais animada.

Dança: dia 1

Frustração de ontem: nem fiquei com as pernas/bunda doendo da corrida. #chateada

Meus amigos disseram que doeria a partir de hoje. Não sei se esse comentário deles causou um efeito psicológico negativo ou se foi o céu nublado, mas eu já acordei desanimada para descer e correr. Resolvi dançar em casa com o Nintendo Wii. Ok, tudo bem, normal. Acontece que, depois de 4 músicas boooooas, o console ficou de frescurada e eu desisti. Olhei pela janela e as quadras estavam cheias de gente caminhando/correndo. #maischateadaainda

Aprendizado do dia: em time que está ganhando, não se mexe.🙂

Corrida: dia 1

Apesar de eu ter me programado para correr segundas, quartas e sextas, por longos 5 km, comecei a correr só hoje, terça, e corri/caminhei por 4 km.

Pra ser sincera, na primeira música, antes de chegar ao refrão, eu já estava pensando: “Mas que mal tem uma pochetinha? É até charmoso…” (risos, muitos risos). Só me mantive firme porque comecei a mentalizar o corpo que quero ter:

Am5pPufjUU9-9D6TWHbjDxLEYFAt4dQ2EOLokub0TKR0

No fim das contas, percebi que, para uma sedentária, correr por uma música e caminhar por outra, no total de 30 minutos, estava mais que maravilhoso. E foi o que fiz. Claaaaaaaaaro que já sinto que tenho o bumbum da Sabrina Sato. Hahahaha🙂

E sim: Runtastic + música foram essenciais.